“Série difícil, mas são estes jogos que os nossos jogadores gostam de jogar”

Carlos Delgado, Diretor Desportivo da UD Leiria, falou sobre a época desportiva até agora e o que será a fase de subida

Após a concretização de um dos objetivos da época, e com o início da fase de subida à II Liga cada vez mais próxima, Carlos Delgado, diretor desportivo da UD Leiria, fez o balanço da temporada da equipa do Lis até ao momento, e falou sobre o futuro imediato da equipa unionista, que está inserida na Série Sul da Fase de Subida.

Revendo o início de época que a UD Leiria viveu, Carlos Delgado assegurou que apesar da preparação não ter sido a melhor, a confiança no grupo de trabalho esteve sempre presente – “O nosso início do campeonato foi marcado por alguma instabilidade, em virtude de termos começado mais tarde que as outras equipas. Recordar que abordamos o primeiro jogo com 5 dias de trabalho, o que é manifestamente pouco para uma equipa profissional. Ainda assim a construção do plantel foi feita de forma cuidadosa, e tínhamos plena confiança que era uma questão de tempo até engrenar” – exemplificando que mesmo após um início menos positivo, o trabalho e a aposta na equipa técnica e no grupo de trabalho seria recompensado – “É bom recordar que na 3ª jornada ainda não tínhamos qualquer tipo de vitória. Não entrámos em pânico, sabíamos que isso podia acontecer. A mais valia da equipa técnica e dos jogadores provaram que estavam num nível superior e conseguimos alcançar a fase de subida.“

 

A análise à 1ª Fase, terminada de forma exímia

Abordando a 1ª Fase do Campeonato de Portugal, e os adversários que até então a UD Leiria defrontou, Carlos Delgado elogiou os mesmos e a sua competitividade, ressalvando que vários dos adversários, tanto da época transata, bem como desta época, encontram-se na fase que dá acesso para a Liga 3 – “Muitas vezes dizem que esta zona, neste caso específico a Série E, poderia ser a série mais fraca, algo que eu não concordo. Vejamos: Se recordarmos a série do ano passado da União de Leiria, onde estávamos inseridos, podemos ver que 3 dessas equipas foram este ano ao play-off de subida à II Liga: a UD Leiria, o Anadia FC e o SCU Torreense. Várias equipas estão no play-off de acesso à Liga 3, como por exemplo, o BC Branco, o Clube Condeixa, o FC Oliveira do Hospital, o AC Marinhense, o U. Santarém, o Caldas SC, entre outras equipas. Isto ressalva que a série é mesmo muito forte, com campos muito difíceis para jogar, o que eleva a dificuldade e engrandece aquele que foi o nosso feito, de ter terminado com 13 pontos de vantagem do segundo classificado.”

 

Festejos do golo da UD Leiria (vs Sertanense 0-3)
Festejos do golo da UD Leiria (vs Sertanense 0-3) (© UD Leiria)

Uma fase de final difícil, mas apetecida

Olhando para o futuro próximo, e para os adversários que o emblema do Lis vai defrontar na fase de subida para alcançar a Liga Portugal 2 SABSEG, o diretor desportivo da UD Leiria mostra-se entusiasmado e agradado com a ideia de defrontar clubes com pergaminhos no futebol português – “Nós ficámos extremamente contentes com o grupo no qual vamos fazer parte. Os jogadores também ficaram muito felizes. Isto porque são 3 históricos, equipas com muitos pergaminhos no futebol em Portugal, e são estes jogos que os nossos jogadores gostam de disputar.”

Carlos Delgado espera encontrar, na fase de subida, jogos altamente competitivos, mas mostra-se confiante nas capacidades da equipa leiriense – “Três equipas muito difíceis. Porém, nós vamos querer provar que somos os melhores. Temos que provar lá dentro. Nós temos muita confiança na nossa equipa, nos nossos profissionais e vamos ser um dos mais sérios candidatos à subida de divisão, objetivo que sempre assumimos desde início, sempre com muito respeito pelas equipas adversárias que têm muito, muito valor.”

 

Uma mensagem para os unionistas

Numa última mensagem, Carlos Delgado apelou aos unionistas, que afirma serem fulcrais nas próximas “finais”, bem como no projeto da UD Leiria – “Queria deixar uma mensagem aos adeptos, sócios e simpatizantes da nossa União. É importante que acreditem nesta equipa, e que nos ajudem a chegar aos nossos objetivos. Sabemos que é um trajeto muito difícil, e que vamos ter dores de crescimento no percurso, mas é importante que a cidade, e a região, se una em torno desta equipa. Que sejamos uma só União para chegar aos nossos objetivos e para devolver Leiria ao lugar, e ao patamar, que merece.”